sábado, 27 de outubro de 2012

50 anos do REI

A bonitinha da Patrícia Poeta disse: Neste show , vocês podem relembrar a vida do Rei Roberto Carlos!
Não, bonitinha, não é  a vida dele: as canções mostram  a minha, a nossa vida.
Quem é quem tem mais de 50 anos que não tem essa trilha sonora na vida?
Claro que cantei aos berros Quero que vá tudo pro inferno. Me lembro até de estar na casa de avó, e olha que casa de vó é um passaporte para o passado, para o carinho  e liberdade.. Mas eu tava lá, na cozinha, ouvindo pelo rádio da empregada e berrando.

É verdade que eu não sabia exatamente o que eu estava mandando para o inferno, mas já tinha muito o que mandar. Afinal, eu e minha irmã passávamos as tardes de domingo dançando em frente ‘a TV.

Ah.. mas não foi isso..  na verdade foi aos 12 anos,  e ele era lindo! e era noite, e estávamos no clube. Conversávamos. Sobre o quê? sobre Jovem Guarda. e eu disse:- prefiro as  músicas calmas do Roberto, como as que ele termina o programa. Gosto de “nossa canção” e a outra....

Parei nas reticências, mas ele, tão lindo!, com aqueles cabelos lisos,  morenice nos seus 14 anos, olhou meus olhos e completou:- Eu estou apaixonado por você.

Era noite. Não viu que eu ruborizei, que o coração bateu forte. Só mexi na franja e meio que consertei as marias-chiquinhas, ajeitei a meia arrastão sob o vestido tubinho .

Em casa, fui dormir cantando: nessa minha vida agitada, já não tenho mais tempo pra nada, já nem posso mais pensar no amor.. No entanto, eu pensava. 

E vieram os 17 anos, o movimento cristão e , de mãos dadas, eu cantava Jesus Cristo Eu estou aqui.  No culto ecumênico do colégio, fui a cantora , e , o que melhor para unir católicos, evangélicos e judeus do que Como é grande o meu amor por você?

Mais tarde, embalei meu filho com essa canção, servindo a Deus e ao bebê, ao amor mesmo. 

Banida do Rio por planos econômicos, as crianças pequenas,as saudades grandes. Finalmente volto, chego ‘a praia e grito aos berros; Eu voltei! agora é pra ficar, porque aqui, aqui é o meu lugar! 


E o tempo passa, o casamento também,  e me pego com o coração renovado cantando ah, você tem todas as coisas que um dia eu sonhei pra mim.. 

Hoje, na Capela da minha casa , duas orações estão na parede:  a prece de Fernando Pessoa, e  Nossa Senhora. Que prece perfeita e linda! Quem não quer esse colo, essa mãe? Mesmo quem não acredita em Jesus , como filho de Deus e Deus,  quer essa mãe que nos cobre com o manto de amor. 


Ontem, voltei a dançar em frente ‘a TV. Nós dois dançando de um lado, e os três do outro.
Lá estavamo os três!  Vandeca estupenda! Mostrava as coxas! As coxas mais famosas da Jovem Guarda, ali, nos lembrando de tudo. Claro que quando Roberto e Erasmo choraram, aqui em casa nós também nos debulhamos. Que amizade bonita! Três amigos, três amigos nossos. Amigos marcados. Vanderléia, a ternurinha,que perdeu seu filho de 2 anos numa estúpida queda em uma piscina vazia, que teve o marido em cadeira de rodas, estava lá, segurando o tempo, o nosso tempo. Erasmo, o Tremendão, excelente roqueiro, viu seu amor enlouquecer, machucar e se fazer ir para o andar de cima. Ela,  musa da minhacanção “ 4 homens dependentes e carentes de uma mulher” Que linda homenagem ‘a mulher! Como a cantei! 
 E Roberto, cuja cruz podia ter se bastado na perna perdida, adquire o toque que o obriga a rituais complicadíssimos, vê seu bebê cegar, vê sua nova amada morrer na juvetude.  

Não devia ser assim! Por toda trilha sonora que nos deram, só mostram que  a vida deles acabou sendo certa, tão certa quanto dois e dois são cinco.

Quais as músicas que fazem a trilha sonora de sua vida? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário