quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O segundo pedido

Deus perguntou ao homem:
- O que você quer?
- Eu preciso de dinheiro suficiente pra comer.
-É justo! disse Deus, e assim foi feito.
Tempos depois o homem voltou a orar:
- Ah, eu preciso de dinheiro pra pagar aluguel!
E Deus atendeu.
-Ah! mas agora eu preciso pagar a conta de luz,  gás, telefone!
E assim foi feito.
O homem voltou:
- Senhor, preciso de roupas para vestir!
-É justo, pensou o Senhor.
-Senhor, senhor!! Um pouco mais pro plano de saúde!
Mais um pedido atendido.
O homem volta a rezar:
- Senhor, preciso ter um dinheirinho guardado
a gente nunca sabe o dia de amanhã, o plano
não cobre tudo, pode acontecer um acidente..

Seu pedido foi atendido. Todo mês o homem  guardava um pouco até que teve uma quantia
de reserva.
-Senhor, nem só de pão vive o homem, não é mesmo? preciso de um carrinho pra ir pra lá,
pra cá sem machucar meus pés..

O tempo passou
- E o dinheiro pra gasolina, pras taxas, impostos, manutenção?
- Senhor, por favor senhor, trabalho só  pra pagar contas, nem um lazer, uma grana 
extra pra uma viagenzinha por ano, não é muito.

-É justo.. pensou o Criador
-Obrigada, meu Deus, mas sabe, se eu parasse de pagar aluguel, tivesse minha casa...

E assim foi feito.
-Ah Deus! O estudo dos meus filhos! o plano de saude deles!

Tudo foi providenciado divinamente.

- E o seguro, Deus? e se minha casa pega fogo? e se  me roubam? e o carro? tem que trocar, está perigoso, velho...

Tudo foi possível.
- Deus, senhor senhor! Móveis, geladeira,e o calor! Agora vou ficar satisfeito.

E o homem agora morava numa casa própria, com móveis, carro, filhos no colégio, uma pequena poupança.

- Deus, é o seguinte, Deus. Minha mulher precisa de chapinha, xampú, manicure, eu também quero  um tênis de marca, meus filhos, o senhor sabe como é, o celular não tira foto direito, o computador  já está obsoleto ..

E tudo foi providenciado. O homem agora parecia  estar   satisfeito.
- Deus,eu trabalho tanto pra manter isso e não tenho luxo. Ora, eu preciso viajar, conhecer o mundo! Passear, ir à Disney!  Não peço muito, uma vez de dois em dois anos dar essa 
alegria à minha família.

-É justo..
-E não se esqueça do seguro, não quero perder o que   conquistei com tanto esforço.
-É justo.. disse o Senhor

- Deus, tenho de me mudar, esse lugar é pequeno e num bairro que não condiz com minha situação, preciso de uma casa maior, um quarto pra cada filho, cada um com seu computador, uma piscina pro verão, uma sauna pro inverno e ...

Não era muito, pensou Deus, e o homem passou a morar  numa confortável
casa , com um bom carro, viajava de tempos em tempos como devia ser.

- De-eus.... uma casa na praia, Deus, ah! isso seria um sonho!
- Deus, preciso de dinheiro pra manter a casa na praia, segurança, faxina...

O homem agora já tinha gente trabalhando para ele, empregados.

- Deus, eu queria dar um apartamento pra cada filho. 
Deus, quero ajudar aos meus filhos a conseguirem seus trabalhos, montar o
consultório deles, ajudá-los a abrirem suas firmas 

 -É justo,pensou Deus, um pai pensar nos filhos..

- Seguinte, eu posso ser promovido passar a ser o presidente da empresa! Dá uma força aí!

E o homem e sua mulher agora tinham um barco para passear. Frequentavam 
restaurantes. 
-Ora, eu quero viajar no Queen Elizabeth! Quero jogar golfe, ter um trailer,
ir ao teatro, ao cinema, e joias, ah! são tão lindas!

O homem agora estava na capa da revista Forbes, hospedava-se em Dubay , fazia
pesca submarina, tinha vários empregados, ia à festas, fez vária plásticas.
Tinha um personal trainer, uma nutricionista, um motorista, segurança particular. Queria viver para sempre, tomava vitaminas. 

- Deus, eu preciso abrir uma fundação, quero ajudar às criancinhas...

E isso foi feito. 

Um dia, o homem chegou a Deus e pediu:
- Senhor, Senhor, quero a paz no mundo!

Ao que Deus ouviu, suspirou e respondeu.
-Meu filho, se o seu segundo pedido tivesse sido esse a paz no mundo , o mundo já estaria em paz há muuito tempo..

E o homem voltou pra casa em seu helicóptero e passou o resto da vida
cercado de seguranças e desejos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário